Blog
Curiosidades
A história dos chinelos

A história dos chinelos

O inícios dos chinelos como os conhecemos data de muitos milênios atrás. Toda a sua evolução até chegar aos nossos personalizados queridinhos é super interessante!

 

No Antigo Egito é que foram encontrados os indícios do início dos chinelos como calçados para proteger os pés. Têm-se registro de que esses calçados também eram usados para bronzear o peito do pé e eram suporte para as joias usadas por mulheres. As sandálias de tiras e de dedos aparecem representadas em murais datados de cerca de 4000 anos a.C!  Porém, o exemplar mais antigo desse povo data de bem mais perto: cerca de 1500 anos a.C. O par encontrado, e hoje considerado o mais antigo do mundo, está no exposto no Museu Britânico. Normalmente, eles eram feitos de papiro e folhas de palmeira com algumas tiras de couro. Eles marcavam a forma dos pés na areia úmida, depois prensavam as folhas,fibra, palha ou papiros entrelaçando-os na medida exata e, por fim, os prendiam nos pés com tiras de couro cru.

 

Depois, os gregos criaram sua própria versão do calçado, e que a tira era usada entre o primeiro e segundo dedos, tal como conhecemos hoje. Logo em seguida, o romanos adaptaram e a tira passou a ser entre o segundo e terceiro dedos. Na Mesopotâmia, entre o terceiro e quarto dedos e, por fim, na Índia, em vez de uma tira havia um botão entre o primeiro e segundo dedos e os calçados eram feitos, principalmente, em madeira.O povo Massai, que viveu no que é o atual Quênia, recuperou a técnica de fazer as sandálias com couro cru.

 

No Japão, por volta do ano 800 d.C., surgiu a geta, espécie de sandália e tamanco feita em madeira sobre duas ripas com cerca de 4 a 5 centímetros de altura. As zoris também surgiram nesse período, e eram inspiradas nas sandálias chinesas feitas de palha de arroz.

 

O chinelo moderno, então surgiu e ganhou popularidade no último século, nos Estados Unidos após o fim da Segunda Grande Guerra, inspirado nas zoris, levadas para o ocidente pelos soldados que voltavam da guerra. Foi nesse período que começaram a ser usados sintéticos, plásticos e borrachas para fabricá-los, além de novas cores e padrões atrativos e vivos - fato que auxiliou a associar o calçado às praias da Califórnia.

 

No Brasil, a popularidade dos chinelos começou na década de 60 e continua até hoje. Agora, você pode fazer parte dessa história tão antiga e cheia de criatividade. Venha fazer um orçamento de chinelos personalizados com a Nobre Chinelos e faça história com seus convidados!

 

28 / Mar / 2019

Comente esta publicação

Botão do WhatsApp